Entenda mais sobre seguro de automóveis

Data de início do seguro de automóveis

Como os demais tipos de seguro, o seguro de automóveis também é contratado por prazo determinado. A vigência do seguro começa e termina às 24 hs das datas que estão indicadas na sua apólice.  Durante esse período o seu auto vai estar coberto em relação aos prejuízos que vierem a ocorrer dentro do que foi contratado. A vigência tem início a partir da data de entrada da proposta na seguradora. De maneira geral as seguradoras só aceitam a envio da proposta com no máximo de 15 dias de antecedência do vencimento da apólice atual no caso de renovação. É regra geral das seguradoras solicitam vistoria prévia para avaliação de risco quando o seguro for novo e o veículo for usado, mas se o seguro for novo e o veículo for zero à vistoria será liberada caso o proprietário não tenha retirado o veículo da concessionária antes da efetivação do seguro.

Caso você tenha um veículo segurado e resolva trocar por outro, o segurado deve solicitar o endosso independente de qualquer situação. Se o veículo for usado, também deve passar por uma vistoria prévia e, no caso de veículo zero, a vistoria será liberada caso o proprietário não tenha retirado o veículo da concessionária antes da efetivação do seguro.

OBS: Sendo o seguro novo ou renovação o proprietário do veículo deverá solicitar na concessionária a nota fiscal carimbada com a data de saída do veículo da concessionaria para efetivação do seguro. Fique bem atento, pois o não pagamento da primeira parcela do prêmio na data de vencimento implica na perda do direito à cobertura do seguro.

O envio da proposta para a seguradora não significa que o seguro já aceito. A seguradora pode recusar o risco desde que o mesmo seja justificado. Caso essa situação venha a ocorrer, a cobertura permanece válida por dois dias úteis, contados a partir da data em que foi feita a comunicação da recusa ao corretor ou ao cliente.

Possíveis motivos para recusa da proposta

• Inadimplência;
• Carteira de habilitação suspensa;
• Problemas na vistoria prévia;
• Motorista com histórico de sinistro;

Possíveis motivos para cancelamento da apólice por parte da seguradora

• Por declarações falsas e incompletas ou omissão de informações;
• Depois que a seguradora pagar a indenização integral por acidente, roubo ou furto;
• Quando a seguradora pagar indenizações referentes a mais de um sinistro, onde a soma ultrapasse o Valor Máximo de Indenização.

O segurado também tem o direito de solicitar o cancelamento da sua apólice. Esse cancelamento deve ser por intermédio do seu corretor. É importante que seja feita esta solicitação de cancelamento. Se o segurado optar por simplesmente parar de efetuar o pagamento do seguro, e esperar que o mesmo cancele automaticamente, isso pode gerar consequências negativas para o cliente na hora de contratar o próximo seguro.

No momento em que a seguradora aceita a solicitação de cancelamento, a seguradora devolverá parte do prêmio pago descontando o período já decorrido de cobertura e o IOF. O cálculo para pagamento do reembolso deve ser com base na Tabela de Curto Prazo.

Tabela a Curto Prazo

PRAZO – % do PRÊMIO ANUAL

  • 15 dia – 13 %
  • 30 dias – 20 %
  • 45 dias – 27 %
  • 60 dias – 30 %
  • 75 dias – 37 %
  • 90 dias – 40 %
  • 105 dias – 46 %
  • 120 dias – 50 %
  • 135 dias – 56 %
  • 150 dias – 60 %
  • 165 dias – 66 %
  • 180 dias – 70 %
  • 195 dias – 73 %
  • 210 dias – 75 %
  • 225 dias – 78 %
  • 240 dias – 80 %
  • 255 dias – 83 %
  • 270 dias – 85 %
  • 285 dias – 88 %
  • 300 dias – 90 %
  • 315 dias – 93 %
  • 330 dias – 95 %
  • 345 dias – 98 %
  • 365 dias – 100 %

Exemplo

Vamos supor que a vigência da sua apólice tenha início em 03 de marco e término em 03 de março do ano seguinte. O prêmio líquido para contratação de seu seguro foi de R$ 650,00, mais o IOF, de R$ 50,70, total pago de R$ 50,70. Depois de 120 dias que a apólice entrou em vigor, o segurado resolve cancelar o seguro. Utilizado a Tabela de Curto Prazo, a seguradora tem direto de ficar com 50 % do prêmio que o segurado pagou e o IOF também não é reembolsado.

Resumindo: Não será devolvido os R$ 50,70 (IOF) + R$ 325,00 (referente aos 50% de R$ 650,00) = R$ 375,70. Então o cliente será reembolsado em R$ 650,00 – R$ 375,70 = R$ 274,30

A inadimplência do segurado pode acarretar a perda do seguro

Caro segurado, não deixe de pagar em dia as parcelas do seu seguro, pois a falta de pagamento na data correta pode antecipar o fim da vigência de sua apólice. Cabe a seguradora comunicar ao segurado a inadimplência e emitir o endosso de redução do prazo de validade da apólice considerando a Tabela de Curto Prazo.

Vamos supor que a vigência da apólice teve início em 10 de agosto de 2016, financiando o valor do prêmio em 05 parcelas, com vencimento em 10 de agosto, 10 de setembro, 10 de outubro, 10 de novembro e 10 de dezembro. Digamos que a parcela com vencimento em 10 de novembro tenha sido quitada. Segundo a Tabela o pagamento de 60% do prêmio dá direto a 150 dias de cobertura. Então o termino da vigência será alterado para 07/01/2017.

Conclusão

Esse foi um pequeno resumo no intuito de ajudar a você segurado a entender um pouco mais como funciona esta modalidade de seguro. Esperamos ter ajudado e deixamos este espaço aberto para dúvidas. Para saber mais, continue ligado no nosso blog.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *